quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Nicolinas

As Nicolinas são isto tudo e muito mais.

São também os mais antigos festejos estudantis em Portugal. E também a razão pela qual Guimarães é o único ponto do país em que os estudantes usam o traje académico português. De Festas dos estudantes, foram também já festas dos estudantes "aposentados", quando os novos, num ou noutro ano, não tiveram inspiração para as fazer. Ao longo dos séculos (pelo menos documentados contam-se mais de três), poucos foram, no total, os anos em que estas Festas não se fizeram. À boa maneira vimaranense, não são tão divulgadas como outros festejos minhotos, tratando-se mais de celebrações para "consumo interno". Aliás, não sobeja a vontade dos Nicolinos de verem as suas festas "corrompidas" pelos de fora. Ciente da unicidade da sua tradição, sempre se foi esta curiosa gente opondo à mudança, tendo sido a custo que as raparigas começaram a tocar caixa e bombo.

Mas, com o avançar dos tempos, tornou-se impraticável o controlo de quem nas Festas participava, tal é a enchente que actualmente nelas participa. Ainda assim, não é bem vista pelos locais a participação, por exemplo, dos estudantes da Universidade do Minho. Estes vão participando, individual e timidamente, e apenas no Pinheiro.

É este Pinheiro o maior número das Nicolinas. Mas maior só pela gente que mobiliza, pois diz-nos a História e a Tradição que este número é apenas o anunciador do início dos festejos. A Festa prolonga-se, nos dias de hoje, até dia 7 de Dezembro. Dia 4 é dia de Posses e Magusto, à noitinha. No dia seguinte sai às ruas o Pregão, curioso cortejo de estudantes, em que um de entre eles recita o antigo Bando, um texto em verso, de sátira à sociedade. O dia de S. Nicolau é a 6, quando se faz a mais importante das festas: as Maçãzinhas. É este o galanteio dos estudantes às meninas da cidade, que aguardam nas varandas pela tentação da maçã, a troco da qual dão uma "prendinha". À noite sobem a palco os Velhos, para levarem a cabo as suas Danças. No dia seguinte, para finalizar os festejos, um grande Baile, chamado muitas vezes da Saudade.

Desde sempre, nestas Festas, participaram os novos estudantes e aqueles que já o foram. Assim continua a ser nos dias de hoje, o que torna as Nicolinas um momento único de convívio fraterno entre gerações, em que a idade não é barreira, pelo contrário.


"Folgar, rapazes, folgar, folgar!
Que só para o ano torna a voltar!"


Excerto do hino de S. Nicolau


2 comentários:

http://portucale.freeforums.org/ disse...

Ha muito que o Norte precisava de um espaço para todos os Nortenhos se comunicarem.
Ultimamente tenho assistido a vários blogs e tem sido o ponto de encontro de muitos nortenhos se expressarem.
Porém um blog não permite uma comunicação como um Forum. Um forum é uma plataforma diferente e por isso penso que era necessário o Norte ter um forum para todos os Nortenhos.

Por isso venho convidar os verdadeiros Nortenhos para participarem no Forum Portucale / Norte http://portucale.freeforums.org/

O Porto Fica a Sul disse...

Hum... Cheira a tripas!